LUÍS MAGAÇO JR. RENOVA MANDATO COMO PRESIDENTE DO CONSELHO DE GERÊNCIA DA ACIS

//LUÍS MAGAÇO JR. RENOVA MANDATO COMO PRESIDENTE DO CONSELHO DE GERÊNCIA DA ACIS

LUÍS MAGAÇO JR. RENOVA MANDATO COMO PRESIDENTE DO CONSELHO DE GERÊNCIA DA ACIS

Tomaram posse, esta quinta-feira, os órgãos sociais da ACIS para o triénio 2021-2023.

Em candidatura única, Luís Magaço jr., em representação da Moçambique Capitais and Consulting (MZCC) foi reeleito Presidente do Conselho de Gerência da ACIS com 100 por cento de votos a favor e ganhou o aval dos membros para coordenar as acções da Associação, com vista à melhoria do Ambiente de Negócios.

Após tomar posse, Magaço Jr. disse que vai continuar a executar com excelência e foco, a principal missão da ACIS de promover, apoiar e proteger os interesses empresariais e de negócios dos seus membros.

“Comprometo-me a prosseguir com a capacitação das empresas membros, visando elevar a sua competitividade no mercado, permitir o acesso rápido à informação sobre oportunidades de negócios e legislação económica, de maneira que estas actuem em conformidade com o quadro legal de exercício da actividade económica em Moçambique. Darei igualmente todo meu esforço em acções de lobby e advocacia, conducentes a melhoria do ambiente de negócios, tendo como base os problemas apresentados pelos membros no âmbito da auscultação, assim como por via da realização de estudos visando aprofundar determinados assuntos que constituem barreiras para o desenvolvimento do Sector Privado nos sectores de Comércio, Indústria e Serviços”, disse.

O Presidente da ACIS apontou, como principal prioridade para o triénio, o apoio às empresas na recuperação económica pós-Covid-19.
“Identificamos três grandes desafios para as PME’s que são aquelas entidades para as quais a ACIS dedica uma grande prioridade. O primeiro é o know how – é permitir que as empresas tenham o conhecimento necessário para poderem enfrentar um mercado cada vez mais competitivo. O segundo tem a ver com a certificação. As empresas têm de poder fornecer serviços e bens, não só a grandes, mas no contexto mundial de hoje toda a actividade económica das empresas requer que elas tenham a certificação necessária, que permite assegurar que os consumidores aceitem um produto de qualidade. O terceiro é a facilitação dos negóscios das empresas, através da criação de oportunidades”, referiu.

No triénio 2021-2023, os Órgãos Sociais da ACIS estarão constituídos da seguinte maneira:

Luis Magaço Jr. – Presidente do Conselho de Gerência, em representação da Moçambique Capitais and Consulting (MZCC);

José Manuel Caldeira – Presidente da Mesa da Assembleia Geral, em representação da Sal e Caldeira;

Cloé Ribas – Vice-Presidente do Conselho de Gerência, em representação da COWI Moçambique;

Ivan Buzi – Vogal do Conselho de Gerência, em representação da Motorcare;

José da Silva – Vogal do Conselho de Gerência, em representação da Companhia Pipeline, Moçambique e Zimbabwe (CPMZ);

Rui Santana Afonso – Vogal do Conselho de Gerência, em representação da DECA-Group;

Victor Brazão – Presidente do Conselho Fiscal, em representação do Moza Banco;

Fernanda Cabanas – Vogal do Conselho Fiscal, em representação da Pandora Box; e

Rui Rocha – Vogal do Conselho Fiscal em representação do Banco Société Générale Moçambique.

2020-11-27T07:05:56+00:00 27 Novembro 2020|Economia|